Avançando o futuro da sociedade com IA e a fronteira inteligente

Por Frank X. Shaw //

O mundo é um computador, repleto de uma incrível quantidade de dados. Em 2020, uma pessoa vai gerar cerca de 1,5 gigabyte de dados por dia, uma casa inteligente, 50 gigabytes, e uma cidade inteligente, 250 petabytes de dados por dia. Esses dados apresentam uma enorme oportunidade para os desenvolvedores – dando a eles uma posição de poder, e ao mesmo tempo, uma tremenda responsabilidade. É por essa razão que, no Build, não pegamos leve em nosso trabalho de disponibilizar aos desenvolvedores ferramentas e orientações para mudar o mundo. No palco em Seattle, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, descreveu essa nova visão do mundo, impulsionada pela inteligência artificial (IA), que pode melhorar os serviços de saúde, aliviar os desafios das necessidades humanas básicas e criar uma sociedade mais inclusiva e acessível.

Ajudar a criar um mundo melhor, mais seguro e mais justo é uma responsabilidade que levamos a sério na Microsoft. Sempre nos comprometemos com a criação ética e o uso da tecnologia. À medida que a inteligência artificial se torna uma parte cada vez maior de nossas vidas, o compromisso da Microsoft com o avanço do bem das pessoas nunca foi tão forte. Hoje, estamos anunciando o AI for Accessibility (IA para Acessibilidade), um novo programa de cinco anos com investimento de 25 milhões de dólares destinado a aproveitar o poder da inteligência artificial para ampliar a capacidade humana para mais de um bilhão de pessoas com deficiência em todo o mundo.

O AI for Accessibility é uma chamada à ação para desenvolvedores, ONGs, acadêmicos, pesquisadores e inventores acelerarem seu trabalho para pessoas com deficiências, concentrando-se em três áreas: emprego, conexão humana e vida moderna. O programa inclui subsídios, tecnologia e experiência em IA para acelerar o desenvolvimento de soluções inteligentes de IA e aproveita os recentes avanços nos Serviços Cognitivos do Azure para ajudar os desenvolvedores a criar aplicativos inteligentes que possam capacitar as pessoas com deficiência auditiva, visual, entre outras. Transcrição de fala em texto em tempo real, serviços de reconhecimento visual e funcionalidade de texto preditivo que sugere palavras, como tipo de pessoa, são apenas alguns exemplos. Vimos esse impacto  com o lançamento do Seeing AI, que capacita pessoas cegas ou com baixa visão; e do Helpicto, que ajuda as pessoas com autismo.

Se a IA é o coração de como podemos avançar a sociedade, a nuvem inteligente e a fronteira inteligente são a espinha dorsal. Nos próximos 10 anos, bilhões de dispositivos estarão conectados – são dispositivos inteligentes que podem ver, escutar, raciocinar, prever e muito mais, sem dependência 24/7 da nuvem. Esta é a fronteira inteligente e a interface entre os computadores e o mundo real. A fronteira usa a IA e a nuvem juntas para coletar e dar sentido às informações, especialmente em cenários que são perigosos para os seres humanos ou exigem novas abordagens para solução – estejam eles no chão de fábrica ou na sala de cirurgia.

Hoje, estamos oferecendo aos desenvolvedores ferramentas e orientações para criarem essas possibilidades. Por exemplo, facilitamos a criação de aplicativos na fronteira abrindo o código do Azure IoT Edge Runtime, permitindo que os clientes modifiquem o runtime e personalizem os aplicativos na fronteira. Oferecemos aos desenvolvedores o Custom Vision – o primeiro Serviço Cognitivo do Azure disponível para a fronteira – para a criação de aplicativos que usem poderosos algoritmos de IA que interpretam, ouvem, falam e veem nos dispositivos de fronteira. Além disso, estabelecemos parcerias com a DJI e a Qualcomm. A Microsoft e a DJI, a maior empresa de drones do mundo, colaborarão no desenvolvimento de soluções comerciais de drones, para que desenvolvedores em segmentos chaves, como agricultura, construção e segurança pública possam produzir soluções para mudarem nossa vida, como aplicativos que podem ajudar os agricultores a produzir safras maiores. Com a Qualcomm Technologies Inc., anunciamos um esforço conjunto na criação de um kit de desenvolvimento de visão em IA que roda no Azure IoT Edge, para soluções IoT baseadas em câmera. A câmera pode fornecer serviços avançados do Azure, como aprendizado de máquina e serviços cognitivos, que podem ser baixados do Azure e executados localmente na fronteira. Outros avanços incluem o preview do Project Brainwave, uma arquitetura para processamento de rede neural profunda, que agora está disponível no Azure e na fronteira. O Project Brainwave faz do Azure a nuvem mais rápida atualmente para executar IA em tempo real.

Também lançamos as novas atualizações dos Serviços Cognitivos do Azure, como um serviço de fala unificado que facilita adicionar aos aplicativos os serviços de reconhecimento de voz, conversão de texto em fala, modelos de voz personalizados e tradução. Além disso, estamos tornando o Azure o melhor local para desenvolver experiências de conversação em IA integradas a qualquer agente. Novas atualizações do Bot Framework, combinadas com as novas atualizações dos Serviços Cognitivos, impulsionarão a próxima geração de bots de conversação, permitindo diálogos mais ricos e personalização completa de personalidade e voz para corresponder à identidade da marca da empresa.

Foi há oito anos que lançamos o Kinect, o primeiro dispositivo de IA com fala, olhar e visão. Em seguida, levamos essa tecnologia adiante com o Microsoft HoloLens. Vimos os desenvolvedores construírem soluções transformadoras em vários setores, incluindo segurança, manufatura, assistência médica e muito mais. À medida que a tecnologia de sensores evoluiu, vemos incríveis possibilidades de combinar esses sensores com o poder dos serviços de IA do Azure, como aprendizado de máquina, serviços cognitivos e IoT na fronteira.

Hoje, estamos empolgados por anunciar nossa nova iniciativa, o Project Kinect for Azure – um pacote de sensores da Microsoft que contém uma câmera de profundidade inigualável em tempo de voo, com computador de bordo, em um formato pequeno e muito eficiente – feito para IA na fronteira. O Project Kinect for Azure traz essa tecnologia de ponta com a IA do Azure para capacitar desenvolvedores com novos cenários de trabalho com inteligência de ambiente.

Da mesma forma, nosso kit de desenvolvimento de software Speech Devices SDK, anunciado hoje, entrega um processamento de áudio superior proveniente de fontes multicanais para maior precisão do reconhecimento de voz, incluindo cancelamento de ruídos, voz de campo distante e muito mais. Com esse SDK, desenvolvedores podem construir uma variedade de programas habilitados para utilização de reconhecimento de voz, como sistemas de pedidos drive-thru, assistentes de bordo para seu carro, alto-falantes inteligentes ou qualquer outra assistente digital.

Essa nova era da tecnologia é alimentada pela realidade mista, que abre espaço para novas possibilidades nos locais de trabalho. Hoje, anunciamos também dois aplicativos que irão ajudar a capacitar os trabalhares da linha de frente, os primeiros interagir com os problemas dos consumidores e de triagem: Microsoft Remote Assist e Microsoft Layout.

O Microsoft Remote Assist permite a colaboração via videochamada, possibilitando ao pessoal da linha de frente compartilhar o que vê com qualquer especialista da sua lista de contatos do Microsoft Teams, enquanto trabalham juntos para completar as tarefas mais rapidamente. Partindo de um princípio semelhante, o Microsoft Layout permite que esses funcionários projetem ambientes que conciliem a realidade mista, usando modelos 3D para desenvolver layouts de salas com hologramas.

Seja criando um mundo mais acessível e inclusivo, resolvendo problemas que afetam a humanidade ou ajudando a melhorar a maneira como trabalhamos e vivemos, os desenvolvedores estão fazendo o papel de líderes. Enquanto as novas ideias e soluções de IA emergem, Microsoft continua a defender os desenvolvedores, além de entregar todas as ferramentas e serviços na nuvem que permitam a construção dessas novas soluções de problemas reais. Somos, de cima a baixo, uma empresa liderada por desenvolvedores que continuará investindo em programadores e dando a eles liberdade para resolver problemas.

Frank X. Shaw é Vice-presidente Corporativo de Comunicações na Microsoft.