Fundo BR Startups anuncia novo processo de seleção de investimento com foco em segmentos estratégicos

 

São Paulo, 04 de junho de 2018 – O Fundo BR Startups anuncia a abertura do processo de seleção para investimento em startups de múltiplos setores até o dia 2 de julho.

Formado por grandes corporações – Microsoft, Banco Votorantim, Monsanto, Grupo Algar, Banco do Brasil Seguros, Qualcomm, ES Ventures e AgeRio – e sob a gestão da MSW Capital, o BR Startups investe entre R$ 500 mil e R$ 3 milhões para ajudar as startups a realizar a conexão entre a fase de investimento anjo e uma rodada de investimento Série-A e incentivar as empresas brasileiras a apoiar novos empreendedores. No ano passado foram realizados três investimentos nos segmentos de agritech, fintech e insurtech.

As startups incentivadas recebem o suporte contínuo dos investidores corporativos do BR Startups e da gestora, que inclui desde orientação estratégica ao aprimoramento da tecnologia de produtos/serviços, acesso à rede comercial até a criação de condições necessárias para as futuras rodadas de investimento.

“Mais do que os recursos financeiros, o BR Startups faz a diferença pela gestão cuidadosa do elo entre as empresas investidas e as grandes corporações que participam do fundo, criando um ambiente de troca saudável que proporciona a geração de valor para cada investida. Dessa forma conseguimos entregar o Smart Capital de forma prática e dinâmica”, explica Richard Zeiger, sócio da MSW Capital.

Focado em inovação de base tecnológica, a seleção busca soluções capazes de transformar a maneira com que aprendemos, produzimos, poupamos e consumimos. A ideia é olhar todos os segmentos, com maior ênfase nos negócios nas áreas de agritech, fintech, insurtech, edutech, healthtech e plataformas de serviços para PMEs.

“O BR Startups direciona os investimentos para startups que demonstrem forte potencial de inovação. O foco é promover a transformação digital em empresas de setores estratégicos”, afirma Franklin Luzes, COO da Microsoft Participações e investidor fundador.

As inscrições para a 1ª fase do processo de seleção ficarão abertas até 02 de julho. Para se inscrever, acesse: http://mswbrstartups.com.br/chamada/

A seleção realizada pelas empresas participantes do fundo considera que a startup tenha pelo menos dois fundadores dedicados, de preferência um com foco em marketing e vendas e outro na tecnologia e desenvolvimento do produto ou serviço e que já tenha tido receitas de, no mínimo, R$ 60 mil nos últimos 12 meses.

Desde sua criação, em 2014, o Fundo captou R$ 27 milhões. Em 2017, investiu nas empresas TBIT (agritech), QueroQuitar (fintech) e Car10 (insurtech) após analisar mais de 250 oportunidades.

A diferença pelo Plano de Apoio

Em 2107, o BR Startups investiu R$ 2 milhões na Car10 e compôs o Plano de Apoio, engajando os cotistas Microsoft e Banco do Brasil Seguros. A Car10 visa simplificar o conserto e a manutenção de carros de forma segura, rápida e eficiente, por meio de ferramentas tecnológicas. O orçamento do conserto é feito com base em uma foto que, por meio de Inteligência Artificial, consegue especificar corretamente o dano no veículo e enviar para as oficinas mais próximas.

“Após a conclusão do processo seletivo, passamos a contar com um executivo do Banco do Brasil Seguros em nosso Conselho, e ainda acesso direto às empresas investidoras do Fundo. Dessa forma, as coisas começaram a acontecer. Hoje temos ao menos três grandes projetos em desenvolvimento conjunto, levando nossas soluções a aplicações em diferentes verticais de negócios dentro do grupo”, afirma Fernando Gimenez, fundador e diretor de marketing e produto da Car10.

Ele explica ainda que os recursos tecnológicos da Microsoft são fundamentais na estrutura da solução. A Car10 utiliza a linguagem de programação C#, da Microsoft, o banco de dados é o Microsoft SQL Server e, com o Microsoft Team Foundation Server, gerencia todas as atividades dos times de desenvolvimento. Além disso, conta com as ferramentas do Office 365 e a estrutura de IA e machine learning – com a ferramenta Vision no processamento de imagens –, e está iniciando o processo de migração para a nuvem Azure.

“Startups com propostas de geração de valor por meio da inovação sempre vão precisar de suporte que as permita seguir com seus objetivos. O Fundo BR pode ajudar muito, não apenas com investimento, mas com acesso ao suporte exclusivo da Microsoft, além do canal direto com as empresas participantes do quadro de acionistas do fundo”, finaliza Gimenez.

Sobre a Microsoft Brasil

A Microsoft habilita a transformação digital na era da nuvem inteligente e da fronteira inteligente. Sua missão é empoderar cada pessoa e cada organização no planeta a conquistar mais. A empresa está no Brasil há 29 anos e é uma das 110 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975. Desde 2003, a empresa investiu mais de R$ 600 milhões levando tecnologia gratuitamente para 3.191 ONGs no Brasil, beneficiando vários projetos sociais. Entre 2011 e 2017, a Microsoft já apoiou mais de 6.200 startups no Brasil, com investimento superior a US$ 219 milhões em créditos em nuvem.

Sobre a MSW Capital

A MSW CAPITAL é uma gestora de venture capital e consultoria fundada em 1999 pelo professor Moises Swirski, doutor em Finanças pela Stern School of Business. Além da gestão do Fundo BR Startups, a MSW dedica-se a consultoria em avaliação e estruturação de negócios, fusões e aquisições para pequenas e médias empresas e programas de formação para empreendedores. O currículo recente da MSW inclui as trajetórias de crescimento em empresas como Beleza Natural, Civil Master Engenharia e Cervejaria Cidade Imperial. Em 2015, assumiu a gestão do Fundo BR Startups, dada a experiência em diálogo, orientação de empresários e histórico em transações de fusões e aquisições.