Governo de Goiás usa big data para apoiar decisões na educação pública

Secretaria de Educação do Estado está usando a plataforma de dados Microsoft SQL Server para fazer cruzamentos e analisar com mais agilidade informações fornecidas por diversas Unidades de Ensino

São Paulo, 8 de janeiro de 2015 – A análise de grandes volumes de dados – o big data – é uma realidade cada vez mais comum no dia a dia de empresas e, agora, também está atraindo governos no Brasil. Foi o que aconteceu com a Secretaria de Educação de Goiás, que adotou o SQL Server, plataforma de gerenciamento de dados da Microsoft, para analisar informações das diversas secretarias de ensino de todo o Estado.

Para fazer cruzamentos e analisar o grande volume de dados administrativos e pedagógicos armazenados por funcionários, Goiás precisava de um sistema ágil, que facilitasse a elaboração de relatórios e a tomada de decisões na área de educação. O Microsoft SQL Server foi a plataforma escolhida para atingir esse objetivo.

O banco de dados da Secretaria de Educação de Goiás é acessado diariamente por aproximadamente 20 mil usuários, com picos de demanda que chegam a 1,5 mil requisições de dados por segundo.

“A partir da análise de informações com a plataforma SQL Server, já foram tomadas diversas ações junto a Subsecretarias e Unidades de Ensino com o objetivo de melhorar a qualidade da educação no Estado”, afirma Ricardo Pereira Borges, chefe do Núcleo de Tecnologia Educacional da Secretaria de Educação de Goiás (NUTE).

A análise das diversas informações armazenadas no banco de dados da Secretaria de Educação de Goiás possibilitou a criação de ferramentas, como o Portal do Diretor e o Diário Eletrônico, que ajudam diretores e professores em tarefas do cotidiano.

A plataforma de dados SQL Server foi incorporada ao Sistema Integrado de Gestão Escolar de Goiás, que contém informações sobre alunos infrequentes, merenda escolar, entre outros dados. “O uso dessa tecnologia permite que os colaboradores tenham mais condições de focar essencialmente em seu trabalho, dispondo de informações de forma mais dinâmica, no momento necessário”, afirma Borges.

A arquitetura mais segura, robusta e aberta à integração com outros sistemas de gerenciamento de bancos de dados foi um dos fatores que contaram a favor do SQL Server, de acordo com o executivo.

A Secretaria de Educação de Goiás também criou um portal baseado em SharePoint para que professores possam, por exemplo, buscar informações sobre ações pedagógicas de outros educadores e que possam ser úteis em alguma atividade que estejam planejando. No portal, pais e alunos também podem acessar questões, como o calendário escolar e a matrícula via web.

O uso do SQL Server pela Secretaria de Educação de Goiás é parte do programa Microsoft CityNext. A iniciativa tem o objetivo de estimular governos a usarem as principais tendências tecnológicas, entre elas nuvem, big data, mobilidade e redes sociais, para analisar indicadores, prover informações em tempo real e melhorar a qualidade dos serviços oferecidos pelo Estado.

“É notório que a sociedade como um todo vem abraçando intensamente o uso da tecnologia e seria impossível que isso não tivesse reflexos no ambiente educacional. Em Goiás, acreditamos que a tecnologia bem aplicada torna-se um recurso de fundamental importância para a transformação da educação”, diz Borges.

O Estado de Goiás vem apresentando uma evolução contínua no índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Em 2013, o Ideb do Ensino Médio de Goiás foi de 5,7, ante 5,3 em 2011 e 4,9 em 2009.

A Secretaria de Educação de Goiás adotou uma estratégia de manter os recursos tecnológicos sempre atualizados, tanto em software quanto em infraestrutura. Atualmente, o órgão utiliza a versão 2012 do SQL Server, mas pretende migrar para a versão 2014 até fevereiro do próximo ano.

Sobre a Microsoft Brasil

Fundada em 1989, a Microsoft Brasil possui 9 escritórios em todo o País e gera localmente oportunidades diretas na área de tecnologia para mais de 18 mil empresas e 424 mil profissionais. Nos últimos 12 anos, a empresa investiu mais de R$ 242 milhões em projetos sociais, levando tecnologia a escolas, universidades, ONGs e comunidades carentes. É uma das 110 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975, empresa líder mundial em software, serviços e soluções que ajudam empresas e pessoas a alcançarem seu potencial pleno.

Acesse também

Blog Microsoft Brasil: http://www.blogmicrosoftbrasil.com.br/
Blog de interoperabilidade da Microsoft Brasil: Porta 25
Microsoft Brasil no Twitter: @MicrosoftBR
Microsoft Brasil no Facebook: www.facebook.com/MSFTBrasil

Para mais informações à imprensa, contate:

FSB Comunicações

Bruna Cortez — bruna.cortez@fsb.com.br
(11) 3165-9655

Tags: , ,

Posts Relacionados