Rede D’Or mira eficiência e segurança dos dados com solução em nuvem

A solução corporativa em nuvem da Microsoft foi a que melhor se adequou ao processo de expansão da maior rede de hospitais independentes do País

São Paulo, 27 de janeiro de 2014 — A Rede D’Or São Luiz, maior operadora independente de hospitais do Brasil, com 27 unidades próprias em quatro Estados (RJ, SP, DF e PE), vem registrando uma forte expansão nos últimos anos, que precisava ser acompanhada da modernização de sua infraestrutura própria de e-mails. Os profissionais da área de TI precisavam de uma solução que atendesse de forma mais eficiente aos oito mil funcionários administrativos e gestores das áreas assistenciais.

Antes a empresa utilizava outras soluções de e-mails disponíveis no mercado, para tentar atender às suas diversas necessidades, como aplicativos e caixas-postais instaladas nos PCs, porém estavam se tornando obsoletas diante do intenso processo de crescimento. Nesse cenário, entre as plataformas corporativas pesquisadas para modernizar e unificar seus e-mails, concluíram que o Office 365, solução em nuvem da Microsoft, era a melhor alternativa, principalmente pela sua escalabilidade, ou seja, a capacidade de ser expandida.

A Rede D’Or brevemente contará com mais três unidades, que no momento estão em construção. Dessa forma, a capacidade de o sistema estar preparado para evoluir e manipular de forma uniforme uma quantidade cada vez maior de informação foi o fator fundamental na escolha entre as opções analisadas.

“O principal benefício, em relação ao e-mail, é que tínhamos uma série de limitações, como o tamanho da caixa postal, restrição de acesso, arquivos que eram perdidos, entre outros problemas. Tudo isso gerava muito ruído, mas com a migração para o Office 365 essas dificuldades deixaram de existir. Solucionar essas questões agora passa a ser uma tarefa para a Microsoft. Hoje a caixa postal na nuvem nos possibilita acessar e-mails de qualquer dispositivo móvel, como celulares, notes e tablets, além dos PCs corporativos. Isso também foi um benefício grande, principalmente para a camada executiva da organização”, diz Adriano Oliveira, CIO da Rede D’or.

Outro ponto também importante para a escolha foi a segurança dos dados. Por ser uma empresa de saúde, que lida com informações sensíveis dos seus clientes, a Rede D’Or dá um peso significativo tecnicamente esse ponto. Afinal, por ano são 2,66 milhões de atendimentos de emergência, 208 mil internações, 150 mil cirurgias e mais de 23 mil partos. O contingente total é composto por 32 mil trabalhadores, em sua maioria pessoal operacional, como enfermeiros, atendentes, fisioterapeutas, etc., além de 87 mil médicos cadastrados na rede.

Somente uma solução na nuvem, como o Office 365, poderia garantir a segurança de informações que são acessadas de um número crescente de dispositivos, plataformas e lugares. Se por um lado o acesso multidispositivo beneficia os usuários, por outro, a maior variedade de ‘portas’ também representa mais oportunidades para potenciais ataques.

“A plataforma Office 365 extrapolou as expectativas da Rede D’Or, pois não se trata somente de uma caixa-postal eletrônica. Há as soluções, como o SharePoint, o Lync e o Yammer. Ter tudo isso integrado de forma nativa é importante. Além disso é seguro. E outro ponto que teve um peso significativo na nossa decisão de optar pelo Office 365 é poder contar com suporte técnico direto da Microsoft e da sua parceira Tridea by AlfaPeople”, complementa Adriano Oliveira.

“A Rede D’Or é uma empresa dinâmica, ela possui a característica de ser extremamente ágil na sua operação e nos seus processos de tomada de decisão. Então era fundamental ter ferramentas alinhadas com essa cultura, mas que fossem flexíveis e seguras, com a possibilidade de expansão”, explica o executivo.

Uma vez que a plataforma foi consolidada, em 2015 o departamento de TI pretende apresentar sugestões para fomentar o uso das soluções do Office 365, como uma forma de integração das 27 unidades. Por exemplo, hoje cada hospital tem um protocolo de atendimento para cada tipo de caso. Oliveira diz que poderiam utilizar o Yammer ou o SharePoint como uma rede social interna para divulgar para toda a organização um único protocolo, no qual todos pudessem sugerir ajustes, como um novo medicamento ou um novo procedimento.

“No ano que vem, o desafio passa a ser outro, uma vez que os principais pontos críticos foram remediados, agora queremos buscar um reposicionamento da área de TI na organização, acrescentando mais valor à operação como um todo, fornecendo suporte às áreas operacionais”, conclui Adriano Oliveira.

Sobre a Microsoft Brasil

Fundada em 1989, a Microsoft Brasil possui 10 escritórios em todo o País e gera localmente oportunidades diretas na área de tecnologia para mais de 18 mil empresas e 424 mil profissionais. Nos últimos 12 anos, a empresa investiu mais de R$ 239 milhões em projetos sociais, levando tecnologia a escolas, universidades, ONGs e comunidades carentes. É uma das 110 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975, empresa líder mundial em software, serviços e soluções que ajudam empresas e pessoas a alcançarem seu potencial pleno.

Acesse também

http://www.microsoft.com/microsoft-health

https://www.facebook.com/MicrosoftHealth

Blog Microsoft Brasil: http://www.blogmicrosoftbrasil.com.br/
Blog de interoperabilidade da Microsoft Brasil: Porta 25
Microsoft Brasil no Twitter: @MicrosoftBR
Microsoft Brasil no Facebook: www.facebook.com/MSFTBrasil

Para mais informações à imprensa, contate:

FSB Comunicações
(11) 3165-9596
Edson Gushiken – edson.gushiken@fsb.com.br
Kaoane Setti – kaoane.setti@fsb.com.br

Tags: , ,

Posts Relacionados