Ana Maria Lopes é a nova diretora do segmento empresarial da Microsoft Portugal

Ana Maria Lopes é a nova diretora do segmento empresarial da Microsoft Portugal. A seu cargo terá a gestão da relação com as maiores empresas portuguesas, assumindo a missão de apoiá-las no seu caminho de Inovação e de Transformação Digital no mercado global.

“Acreditamos no enorme potencial das empresas portuguesas e queremos que a Microsoft Portugal seja o parceiro estratégico que lhes permite posicionarem-se como referências de Inovação e Transformação, desafiando-as a otimizar as suas operações, capacitar os seus colaboradores, transformar os seus produtos e a forma como se relacionam com os seus clientes. Mesmo os negócios tradicionais podem ser, hoje, negócios digitais. Se a isto juntarmos a singular criatividade portuguesa, podemos perspetivar um enorme crescimento da economia digital”, referiu Ana Maria Lopes.

A nova responsável assume que a Microsoft Portugal tem a ambição de atingir 60% da sua faturação em serviços na cloud, ainda este ano fiscal, que termina em junho de 2018. “Mais do que um objetivo financeiro para a organização, este número refletirá que as empresas portuguesas estão, de facto, a transformar-se, a inovar e a repensar os seus negócios – fazendo o seu caminho para a nuvem. Nos próximos três anos queremos que este número evolua para os 80%”, refere Ana Maria Lopes.

Atualmente, a Microsoft Portugal já se destaca dos congéneres europeus – na região Western Europe, grupo de 14 países nos quais Portugal está inserido -, na implementação e utilização de soluções na cloud por parte das empresas nacionais. “Isto significa que as nossas empresas estão a transformar-se mais depressa que a sua concorrência europeia. Estamos a ajudar a criar empresas mais fortes e melhor preparadas no mercado global”, considerou a nova responsável por este segmento.

Mas a Microsoft não trabalha sozinha. Um ecossistema forte e robusto de parceiros é a única forma de cumprir este ambicioso plano. “É com eles que melhor nos posicionamos como parceiro estratégico, focados nas tendências de mercado e nas necessidades dos clientes”, acrescentou.

Desde 2014, desempenhava funções como Diretora Executiva de Pequenas e Médias Empresas, Parceiros e Soluções, e geria uma equipa de cerca de 60 pessoas. Ocupou-se da expansão do ecossistema de parceiros da Microsoft, que, atualmente, ultrapassa os 2.600.  A última equipa que liderou destacou-se por atingir a maior transformação para a Cloud na região da Western Europe.

Na Microsoft Portugal desempenhou ainda funções como Sales Manager, responsável pela gestão da relação com mais de 400 das maiores empresas nacionais, liderando uma equipa de 20 pessoas, que assegurava a relação com os clientes, os contratos e toda a gestão da parceria com a Microsoft. Foi também responsável pelo mercado financeiro, nomeadamente, no que diz respeito ao estabelecimento de parcerias e interação das diversas entidades com as múltiplas geografias da Microsoft Corporation.

Ao longo de 14 anos, na Accenture, desenvolveu diversos projetos de relevância, nomeadamente o desenvolvimento da área de Business Process Outsourcing para o setor público e Saúde. Liderou também outros projetos estratégicos, de reorganização e de desenvolvimento de sistemas de informação para a Administração Pública.

É licenciada em Engenharia Química, pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa.

É casada e tem duas filhas. É amante de História e viagens e pratica com frequência desportos de inverno, como ski.