Ir para a página inicial
mosaico de fotos de mulheres trabalhando

Mulheres na Tecnologia: carreira, capacitação e empregabilidade

O mercado de tecnologia é um dos que mais cresce no mundo, gerando milhares de oportunidades de carreira. De acordo com o estudo recente feito pela Brasscom, o setor de tecnologia demandará 420 mil profissionais em diversas áreas até 2024. No entanto, as mulheres representam somente 25% da força de trabalho na indústria digital (ONU Mulheres Brasil, 2018) e essa disparidades nascem na raiz do mercado de trabalho: a educação.

Para impulsionar a formação de mulheres no mercado de tecnologia, a Microsoft, em parceria com a WoMakersCode, lançou a plataforma digital MaisMulheres.Tech, que tem como objetivo capacitar 100 mil mulheres em todo Brasil.

Ao todo, serão oferecidas 6 trilhas de capacitação gratuitas e on-line, nas áreas de Computação em Nuvem, Infraestrutura, Segurança da Informação, DevOps, Desenvolvimento,  Ciência de Dados e Inteligência Artificial.

“Diversidade e inclusão são temas prioritários da Microsoft.  Para nós, ter um time diverso, capaz de gerar inovação por meio de ideias e referenciais diferentes é fundamental. Acreditamos que quando mulheres com suas diferentes identidades, raças e bagagens são fortalecidas e impulsionadas, todos se beneficiam, por isso investimos em iniciativas para contribuir com o desenvolvimento e equidade delas no mercado de trabalho, principalmente na área de tecnologia”, destaca Alessandra Karine, vice-presidente de Vendas para Governo, Saúde e Educação & líder de Diversidade e Inclusão na Microsoft Brasil.

tarjeta roxa com o texto conheça as capacitações disponíveis no MasiMulheres.Tech

As inscrições estão disponíveis diretamente no site da MaisMulheres.Tech e as interessadas podem se registrar em mais de um curso. Com duração entre 4h e 8h, todos os cursos serão ministrados por mulheres e oferecem um certificado de conclusão.

Conheça as trilhas disponíveis no MaisMulheres.Tech:

Parceria de Impacto

Em 2020, a Microsoft em parceria com a WoMakersCode, ofereceu dois programas de capacitação gratuito para mulheres: Hacking de Carreira e Bootcamp de Liderança Feminina que geraram novas possibilidades e perspectivas para profissionais. É o caso da Simone Piwowarczyk Araujo, que participou dos cursos de capacitação oferecidos pela parceria e conseguiu ser recolocada no mercado de trabalho após a conclusão de trilhas focadas em tecnologia. Atualmente ela é analista de Dados Jr na Smart Consulting Tecnologia, “A Microsoft e WoMakersCode promovem uma união de mundos com competência e de uma forma carinhosa, para que as mulheres se sintam acolhidas para se desenvolverem, tanto profissionalmente quanto pessoalmente. Elas combinam o seu propósito com o poder que conquistaram no mercado de tecnologia, para fazer uma ponte entre as mulheres que querem trabalhar na TI com profissionais que já estão na área e empresas, sem preconceitos de gênero, raça, idade e tantos outros”, comentou Simone.

As alunas formadas nos treinamentos também terão a possibilidade de participar de feiras de empregabilidade, acessando oportunidades na Microsoft e empresas parceiras, que buscam por talentos capacitados em tecnologias, como nuvem, segurança, dados e inteligência artificial.

Sobre a Microsoft

A Microsoft habilita a transformação digital na era da nuvem inteligente e da fronteira inteligente. Sua missão é empoderar cada pessoa e cada organização no planeta a conquistar mais. A empresa está no Brasil há 31 anos e é uma das 120 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975. Em 2019, a empresa investiu mais de R$ 48 milhões levando tecnologia gratuitamente para 2.038 ONGs no Brasil, beneficiando vários projetos sociais. Desde 2011, a Microsoft já apoiou mais de 7.100 startups no Brasil por meio de doações de mais de US$ 200 milhões em créditos de nuvem.

Sobre a WoMakersCode

Fundada 2015, a WoMakersCode é uma das maiores comunidades de tecnologia formada por mulheres na América Latina, com a missão de fortalecer o protagonismo feminino na tecnologia, através de capacitação, mentoria e empregabilidade. A comunidade está presente, também, Canadá e Estados Unidos e realiza workshops, meetups e conferências de capacitação técnica (hard skills) e desenvolvimento pessoal (soft skills), promovendo a conscientização da igualdade de gênero e buscando compreender as causas da sub-representação feminina no mercado de TI.